A importância do ambiente no projeto feito para o Copa Star

O Hospital Copa Star está situado na zona de Copacabana, no Rio de Janeiro e representa um dos investimentos mais audaciosos por parte da Rede d’Or, a empresa detentora do complexo hospitalar. Para além de ter nas suas instalações instrumentos tecnológicos de última geração, o hospital apresenta outras novidades que o tornam único no Brasil e uma inovação na forma como é realizado o tratamento das doenças e o tratamento dos pacientes.

O conceito do complexo hospitalar é tratar os pacientes com a máxima competência e profissionalismo que eles merecem. Por isso, o Copa Star passa por oferecer a melhor qualidade na assistência médica sem esquecer a componente humana e particular de cada paciente. Antes de ser um doente, o paciente é um ser humano com as suas necessidades e exigências, e é importante para a recuperação do mesmo que se sinta o mais confortável possível. Está aqui a nova concepção do novo hospital do Rio de Janeiro: tratar o paciente que fica internado com a maior comodidade possível.

Para tratar o cliente com a maior comodidade possível, o hospital decidiu por investir em determinadas áreas que muitos hospitais achariam supérfluo. A primeira componente é o cuidado do hospital no ambiente do Copa Star. A ideia é fazer uma interligação da noção de cuidados de saúde com a noção de serviços de hotelaria. Assim, o paciente é brindado com tudo o que necessita. O hospital apresenta ambientais simples, calmo, que reduzem a ansiedade e relaxem. Para isso, os arquitetos foram um fator determinante uma vez que foram eles que projetaram todos os ambientes desde o hall de entrada, corredores, salas de recuperação, salas de cirurgia, salas de espera até ao restaurante.

No hospital Copa Star os funcionários receberam uma formação especializada para lidar com os diferentes pacientes que podem vir a receber. O propósito desta formação vai ao encontro de um dos ideais mais respeitados pela Rede D’Or que diz respeito à valorização da pessoa e conseguir fazer com que o próprio seja capaz de ultrapassar os momentos difíceis que está/pode vir a ultrapassar. Desta forma, os funcionários do hospital estarão mais preparados para estabelecer uma comunicação entre o doente ou com a família que os possibilite a entender quais são as condicionantes envolvidas no paciente.

Ao todo, são mais de meio milhar de profissionais altamente qualificados e especializados nas suas áreas e que passaram por rigorosos testes e simulações de procedimentos que os tornaram capazes de levar o conceito do Copa Star para um patamar exigido pela administração central do hospital. Administração essa que pretende que o hospital transmita um ambiente diferente do hospital comum. Para isso, o Hospital apresenta corredores aromatizados e decorados com obras de Yukuta Toyota, um designer de interiores de renome internacional, e apresentam corredores exclusivos para a movimentação de pacientes ou de macas para que os mesmos não se cruzem com os acompanhantes. Outra das grandes novidades do hotel é a inclusão de unidades móveis (tablets) que dão a liberdade ao paciente para definir o ambiente que pretende no seu quarto.