Ortopedista Sergio Cortes alerta sobre os riscos de mochilas pesadas

Muitos pais já conhecem de cor o período que antecede o retorno às aulas: a correria para encontrar os melhores materiais escolares leva a escolhas muitas vezes apressadas. Sobre isto, o ortopedista Sergio Cortes reforça os cuidados necessários quanto à compra de mochilas infantis.

A escolha de mochilas inadequadas pode fazer com que, ao longo do tempo, ocorram fortes dores nas costas que, consequentemente, resultarão em sérios problemas na coluna cervical. O cuidado durante a compra deverá ser quanto ao peso a ser suportado conforme o tamanho e a idade da criança.

Em um primeiro momento, Sergio Cortes orienta sobre o cuidado com a quantidade de materiais que serão armazenados. Para saber se os objetos da mochila estão sobrecarregando a criança, é preciso ter atenção à postura. O corpo deverá estar ereto, sem que os ombros demonstrem grandes esforços com o peso.

O excesso de peso nas mochilas pode trazer sérios desvios na coluna, como escoliose e cifose. Estes desvios podem deixar a postura torta, trazendo dores agudas. De acordo com a idade do paciente e do grau do desvio, o tratamento com cirurgia pode ser a única solução.

Por isto, Sergio Cortes orienta que a melhor opção para as crianças levarem seus materiais escolares é a mochila com rodinhas. Elas evitam a sobrecarga de peso nas costas, já que eliminam boa parte do esforço durante seu transporte.

A principal indicação é a de que este tipo de mochila carregue no máximo 20% do peso da criança. Contudo, se o deslocamento no dia a dia contar com espaços como escadas, onde a mochila precisa ser levantada, será fundamental reduzir a quantidade do material armazenado.

Neste sentido, Sergio Cortes ressalta a necessidade de os pais dialogarem com os professores para que apenas o que for necessário seja levado às aulas. O ideal é de que parte dos materiais possam ser guardados em armários na escola.

Para os jovens e adultos, a indicação é de sempre utilizarem as duas alças da mochila para que o peso possa ser distribuído de maneira equilibrada. A dica é a de que o peso da mochila não passe dos 10% do corpo. As alças devem ser largas e revestidas com espumas para proteger os ombros e o limite de sua altura deverá ser na região da cintura. A mochila deverá estar bem ajustada nas costas para que o peso não incomode.

Os cuidados ortopédicos no dia a dia são fundamentais

A ortopedia é uma área de fundamental importância na medicina, tratando problemas de deformidades e lesões ligadas ao esqueleto humano. No Brasil, a má postura leva milhares de pessoas aos hospitais, principalmente pela falta cuidados com os excessos de pesos no dia a dia.

Profissionais renomados, como o ortopedista Sergio Cortes, levam milhares de pessoas a tratamentos especiais que contam, inclusive, com a substituição de artérias naturais por sistemas artificiais.

Contudo, a evolução tecnológica desta especialidade médica não é totalmente acessível a toda a população, o que leva à necessidade de prevenção nas menores atividades do cotidiano.

 

Fonte 1