Serviço de UberMOTO passa a valer na República Dominicana

uber_moto

O aplicativo Uber conhecido por oferecer serviço de transporte privado com carros conceituados agora também passará a oferecer o serviço através de motocicletas na República Dominicana. A nova proposta da empresa de transporte privado já causou bastante controvérsia entre os “motochonchistas“, motociclistas muito populares na cultura do país.

A empresa divulgou na imprensa que a República Dominicana será o primeiro país da América Latina a utilizar o novo serviço que foi batizado de UberMOTO. No entanto, a novidade estará inicialmente disponível para a capital do país, Santo Domingo, com um custo mínimo de 20 pesos, um valor muito mais acessível que os atuais mototaxistas que circulam no país, principalmente nos locais mais restritos e de difícil acesso.

Em comunicado, a empresa afirmou: “Uber amplia seu compromisso por dar mais opções de transporte seguro, eficiente e econômico, melhorando a mobilidade de Santo Domingo ao apertar um botão no celular”. A empresa Uber sempre destacou as características que compõem seu serviço, como a economia, por tratar-se de um serviço muitas vezes mais barato que os táxis, e a mobilidade de poder chamar um motorista particular a partir de um aplicativo.

O serviço de UberMOTO poderá ser acessado através do atual aplicativo da Uber. Os clientes poderão solicitar o serviço da mesma forma, a única diferença é que poderão contar com um serviço de transporte mais rápido. Os pagamentos podem ser feitos através de cartões de crédito ou débito, e também através de dinheiro. A empresa ressalta que a única mudança será o novo tipo de transporte, mas que todas as regras anteriores continuam a valer para os dois serviços.

O diretor-geral da Uber no Caribe, Juan Andión disse em comunicado: “Estamos muito entusiasmados de poder contribuir para que Santo Domingo conte com mais soluções de transporte seguro que ajudem a reduzir os congestionamentos”.

Alguns analistas afirmam que o novo serviço poderá trazer maior mobilidade para o trânsito da cidade, já que as motos conseguem se locomover mais facilmente pelas ruas do que os carros. Além da agilidade em levar uma pessoa mais rapidamente até o local desejado. No entanto, existem pessoas que acreditam que o novo serviço de transporte não será assim tão eficiente, em vista que os números de acidentes são bem maiores quando trata-se de moto. Não somente o acidente em si, mas a moto é um meio de transporte menos protegido que um carro, sendo assim torna o passageiro muito mais vulnerável.

Já para os trabalhadores que atuam no setor do “motoconcho“, a ideia da Uber é uma ameaça ao serviço que eles oferecem. Eles alegam que o serviço pode acabar com o meio de trabalho deles e também pode acabar com um serviço considerado histórico da cidade. Os trabalhadores seguem em protesto para que a Uber desista de implantar o serviço de moto táxi.