Isolamento proporciona melhora na qualidade do ar ao redor do mundo

Notícias boas para o meio ambiente! A revista acadêmica americana Geophysical Research Letters publicou dois estudos que revelam que a poluição por dióxido de nitrogênio diminuiu em até 60% na China, nos Estados Unidos e na Europa Ocidental. Os dados, do início de 2020, foram analisados e comparados aos dados do mesmo período do ano passado. Os pesquisadores acreditam que isso aconteceu por causa do isolamento social.

A presença do dióxido de nitrogênio no ar é proveniente dos gases emitidos por veículos, usinas e fábricas. Com a parada forçada para diminuir o avanço do coronavírus, a emissão do composto químico foi reduzida. A tendência é que isso tenha ocorrido não só nesses países, mas também no mundo todo, já que o isolamento é uma medida empregada a nível global. Ainda que não seja possível assegurar que esses baixos índices seguirão quando as atividades normalizarem, os resultados da pesquisa são importantes para que as pessoas reflitam sobre a importância de buscar alternativas que colaborem na redução da emissão do dióxido de nitrogênio. O estudo ainda aponta que, apesar da baixa da incidência de dióxido de nitrogênio, houve um aumento da concentração média de ozônio na superfície (combinação de dióxido de nitrogênio e compostos orgânicos voláteis), e que isso representa um problema que precisa de atenção. Esses índices não eram alcançados desde o início do acompanhamento da qualidade do ar, nos anos 90.

Mais notícias positivas em relação ao meio ambiente estão circulando na mídia e trazem esperança. Na Índia, a emissão de gás carbônico teve uma redução pela primeira vez dentro de quatro décadas. As informações são de um relatório publicado pelo site Carbon Brief, e acredita-se que o lockdown vivido no país, que paralisou diversos setores desde o dia 25 de março, é a única razão para essa decaída. A Índia já apresentava bons resultados na diminuição da poluição do ar devido ao uso de energias renováveis e à desaceleração econômica. Além disso, o portal de notícias Último Segundo também destacou que, com as atividades de transporte público em pausa, a emissão do dióxido de nitrogênio também foi reduzida no país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *