A inclinação da Torre de Pisa

Image result for A inclinação da Torre de Pisa

A Itália, famosa por suas belas paisagens, monumentos e arquitetura sensacionais, tem entre seus pontos turísticos mais visitados, a famosa e inclinada Torre de Pisa. Contando com 55 metros de altura, essa construção foi feita entre os anos de 1173 e 1370, sendo criada para a instalação do sino da igreja da cidade de Pisa. Seus primeiros andares, acabaram ficando tortos e ficou famosa, não pela sua função inicial e sim pela sua característica nem um pouco comum.

Quando a construção foi finalizada, várias explicações foram dadas para se tentar justificar um erro que, de forma tão grosseira, acabou por mudar a aparência do prédio. Algumas das explicações dadas foram de que a inclinação, seria em homenagem a William de Innsbruck, um dos supostos projetistas do monumento, devido ao fato dele possuir uma corcunda nas costas. Outras explicações, dizem que essa forma inclinada, foi um protesto dos operários que recebiam baixos salários.

Profissionais da área de geologia e geografia, concluem que a inclinação da Torre de Pisa, acabou ocorrendo devido à baixa compactação do solo, acabando por deixá-la torta. Quando o erro foi descoberto pelos construtores, depois dos três primeiros andares estarem sendo construídos, tentou-se endireitar a coluna construindo do lado mais baixo, andares mais largos. Essa solução feita tentando minimizar os erros da construção, fez com que a inclinação ficasse ainda maior.

Uma obra de reforma, no ano de 1838, foi realizada e acabou por atingir um lençol freático, e toda a base da Torre de Pisa ficou inundada. Passado um século, Benito Mussolini, ditador italiano, mandou que se fossem colocadas placas de cimento ao lado dos alicerces, mas não adiantou, a Torre continuou torta como antes. Com novas técnicas surgindo, ficava cada vez mais claro que seria necessário tentar se fazer alguma coisa em relação à ela.

Uma grande reforma foi feita em 1990, para que um dos mais importantes patrimônios da humanidade, não acabasse vindo a baixo. Dentro dessa primeira etapa, foram feitos aprisionamentos de cabos de aço em volta da Torre. Ficando com uma distância de quase um quarteirão, os cabos foram amarrados em um enorme contrapeso para se dar estabilidade a torre, enquanto as obras eram feitas. Outra medida realizada, foi a colocação de placas de chumbo na parte oposta da inclinação da Torre.

Depois que essa fase foi terminada, super brocas foram necessárias para que toneladas de terra fossem retiradas da parte da base mais alta. Com a retirada dessa terra toda, se criou um enorme espaço vazio na parte oposta essa inclinação. Quando cabos e pesos foram retirados, o peso da própria Torre realizou uma nova acomodação, diminuindo assim em meio grau a inclinação. À partir de 2001, as visitações na Torre de Pisa foram liberadas de novo, para que visitantes de todas as partes do mundo, pudessem se maravilhar, com essa joia arquitetônica do Velho Mundo.

Em 2002, se iniciou uma restauração para limpar os 24.424 blocos de pedra , durou oito anos e contou com 10 pessoas para fazerem esse trabalho. Nesse período as visitações continuaram, apesar da limpeza dos blocos.