Está completando 50 anos que estudantes de engenharia britânicos aprontaram uma “pegadinha

 

Está completando cinquenta anos, que seis discos de metal apareceram em locais do sul da Inglaterra, lançando um som esquisito. Esse fato deixou a polícia, as pessoas e também o Exército intrigados, acreditando que espaçonaves tinham aterrorizado no país, e programas de emergência foram mobilizados, para lidar com essa situação.

Foi nesse momento que alguns estudantes de engenharia, assumiram que esse fato não passava de uma brincadeira, realizada por eles. O que eles nunca poderiam imaginar, é que eles seriam tão bem-sucedidos nessa brincadeira.

Algumas crianças que brincavam perto de um dos locais, onde foi encontrado um desses discos na Ilha de Sheppey, correram para o local quando ele foi achado. O disco era da cor prateada e redondo. Logo depois a polícia chegou e preocupados, os policiais pediram para que as crianças fossem embora do local.

Os jornais noticiaram que os seis discos, foram transportados para agências policiais e também para uma base militar britânica. Esse que foi achado em Sheppey, foi levado por um helicóptero militar.

Perto de Londres, em Berkshire, pesquisadores foram analisar um desses objetos, que aparentemente estava cheio de um fluido desconhecido e estava soltando sons esquisitos.

Durante esses acontecimentos, os estudantes de engenharia que atuavam como estagiários do RAE (sigla em inglês de Royal Aircraft Establishment em Farnborough), que é um centro de pesquisas inglês, acompanhavam como a sua “pegadinha” estava tendo êxito. Um deles, o engenheiro Chris Southall, lembra que eles já possuíam uma história persuasiva para relatar.

Como todos eles adoravam ficção científica, eles inventaram um visual para as naves, que primeiramente não pareciam ter sido construídos na Terra. Eles foram feitos de gesso, com duas partes feitas de metal e plástico de lã de vidro, e que depois foram unidas. Dentro dele, eles botaram um equipamento sonoro que funcionava com bateria, e que quando ele era movimentado, o disco emitia sons.

Dentro deles, os estudantes colocaram uma combinação de água e farinha, que acabou se tornando uma substância malcheirosa da sua fermentação.

Os discos foram colocados em seis diferentes locais no Reino Unido: Clevedon,  Ascot,  Bromley, Chippenham, Welford e Sheppey.

As pessoas naquela época tinham pensamentos e atitudes bem diferentes de hoje em dia, e atualmente Southall tem quase certeza, que se alguém fizesse uma brincadeira dessas, correria um sério risco de ir parar na prisão.