Nem toda vertigem é labirintite, saiba as doenças que podem atingir o labirinto

No labirinto podem existir diversos tipos de doenças, e o otorrinolaringologista Marcio Salmito explicou que a labirintite é uma inflamação no labirinto, e que ela possui associação com outra infecção, como meningite e otite. A doença não tem idade podendo atingir adultos e crianças. Em crianças a doença afeta principalmente os que sofrem de dor de cabeça ou que seus pais tenham histórico dessa dor. A tontura na criança pode atrapalhar o desenvolvimento dela. O risco para os idosos é a queda, que podem causar sintomas depressivos ou de ansiedade.

As doenças do labirinto podem ser tratadas, mas em alguns casos não tem cura.

Os sintomas de doença no labirinto são a perda de audição, equilíbrio, vertigem com dores de cabeça, vômitos e zumbidos.

Entre as doenças do labirinto estão a Vertigem Posicional Paroxística Benigna, que normalmente é tratada com um procedimento que reposiciona os cristais do labirinto. A doença de Meniére que está em 50% das doenças que afetam o labirinto, tem o poder de causar forte vertigem junto a zumbidos, perda de audição, náuseas e vômitos junto de uma sensação de pressão no ouvido e na cabeça.

A Neutrite vestibular, é uma forte vertigem com náuseas fortes e vômitos, e ela é tratada com anti-inflamatórios.

A Cistenose é facilmente confundida com labirintite, ela causa tontura, náuseas, palidez e sudorese, quando a pessoa anda em algum veiculo em movimento.

Algumas atitudes podem evitar doenças no labirinto, como ingestão de álcool, controle de colesterol, glicemia e triglicérides e fazer refeições saudáveis somados a praticar de atividades físicas.

Outra doença do labirinto é a hipermese, que afeta mulheres grávidas e causa muito enjoo nas gestantes, explica o médico ginecologista José Bento. Esse enjoo é tão grande que pode incapacitá-la de diversas atividades, e ocorre nos três primeiros meses. A gestante pode sentir tontura acompanhada de vertigem e ficar muito desidratada. Existem casos de internação para tentar tratar e controlar as crises de vômito e na hidratação do paciente através de soro intravenoso.