Eduardo Sirotsky Melzer é especialista no mundo do empreendedorismo

Ele é dono de duas empresas, E.Bricks Ventures e EB Capital, que ele fundou em 2013 e 2017, respectivamente. Ele atua nas duas empresas como presidente. Ele trabalha no Grupo RBS como presidente.

Antes de ser presidente da empresa, ele foi o CEO do Grupo RBS, cargo que deixou o cargo para se concentrar mais em sua empresa, a EB Capital. Eduardo Sirotsky criou a EB Capital enquanto ainda trabalhava no Grupo RBS. A empresa concentra-se principalmente em private equity e capital de risco em estágio inicial.

Durante uma entrevista, Eduardo Sirotsky Melzer disse que dá vida às ideias apenas por fazê-las. Ele afirmou que, não importa quão boas ou excelentes sejam as idéias, elas continuarão sendo meras idéias se não forem executadas. Na EB Capital, Eduardo Sirotsky Melzer executa planos, reunindo um grupo de pessoas experientes e falando sobre o conceito, para que todos possam seguir na mesma direção.

Eduardo Sirotsky (Duda) Melzer atribui sucesso ao elemento humano – Eduardo Sirotsky Melzer é presidente do Grupo RBS, uma das maiores empresas de mídia da América do Sul. Ele também é CEO e presidente da EB Ventures, uma empresa de capital de risco / private equity iniciada em 2012. Segundo informações, ele liderou o Grupo RBS de sua antiga empresa de mídia em uma empresa ágil e orientada para a tecnologia.

Duda Sirotsky Melzer se concentra principalmente no sucesso da EB Ventures e na expansão de start-ups nos EUA e no Brasil.

Ele queria criar um grupo de investimento focado no mercado intermediário para ajudar empreendedores a expandir suas empresas, fundando assim o Grupo RBS. Ele diz que o valor da empresa está em seu auxílio à gestão, operação e execução.

As atividades de lucro e objetivo, ele aconselha, reforçam-se mutuamente, acrescentando que as empresas com uma missão substancial alimentam lucros mais altos.

Sirotsky Melzer atribui seu sucesso ao trabalhar com associados confiáveis, alinhados a objetivos e centrados em equipes. Ele evita os homens “sim”, preferindo aqueles que realmente contribuem para sua tomada de decisão.

O próximo passo, diz ele, reside na delegação eficaz do trabalho – atribuir um projeto difícil alimenta a paz de espírito e permite tempo e atenção em seus outros deveres.

Duda Melzer lembra de um caso em que começou no Grupo RBS – a coleta de notícias estava sendo digitalizada, diz ele, e a empresa se viu diante de empresas conhecidas por seu conhecimento técnico. O Grupo RBS acabou não conseguindo competir, mas Melzer diz que a experiência o inspirou a criar a EB Ventures.

Melzer recomenda “Originais”, de Adam Grant, chamando-o de um excelente livro sobre não-conformistas e seu papel na transformação do mundo. “Ele envia uma mensagem poderosa sobre como as pessoas não têm limites se continuarem perseguindo seus sonhos”, afirma. “É algo com o qual me identifico.”

O avô de Melzer, Mauricio Sirotsky Sobrinho, transmitiu uma frase pela qual Melzer confessa carinho: “Mantenha os olhos abertos para esse desenvolvimento tecnológico acelerado e acompanhante , sem perder de vista a dimensão humana”.

Não desista, ele diz. Continue tentando. Persistência é a chave. Todo empresário de sucesso tinha que ter coragem para enfrentar situações difíceis.

O progresso, ele conclui, se revelará somente após a execução das idéias.

Técnicas de SEO Copywriting

O texto no site serve a dois propósitos: informa o usuário e trabalha com os mecanismos de pesquisa, comunicando o assunto e a relevância da página à solicitação do usuário. Geralmente, os textos de SEO não são adequados para os usuários e os textos para os leitores não funcionam bem para classificação nos negócios online. Falamos sobre as principais técnicas de redação que permitirão promover bem as páginas na pesquisa.

Escreva para o usuário – Os algoritmos de pesquisa e classificação melhoram e se tornam mais inteligentes. Eles podem analisar, entender o texto não apenas por ocorrências diretas de chaves. Para um redator, um texto SEO é otimizado para palavras-chave (recheadas de chaves em diferentes formas). De fato, os algoritmos de pesquisa avaliam a confiabilidade do conteúdo e o site é considerado autoritário entre os usuários, o que se reverte em economia e lucros. Para criar texto útil, é importante entender o que o usuário espera da página.

A compreensão dos objetivos do usuário ajudará a criar um texto mais organizado e lógico, de volume suficiente, com a estrutura correta. Se os usuários gostarem do texto e o leitor considerar útil, essa página será referida como uma fonte de informações e notícias autorizada.

Se, anteriormente, o algoritmo de pesquisa procurou correspondências exatas da consulta no texto, hoje os algoritmos analisam sinônimos, palavras relacionadas e gírias. O algoritmo de busca entende que “smartphone, telefone, celular, smart” chama o mesmo assunto no entendimento do usuário médio.

Em vez de um certo número de ocorrências de palavras-chave, use sinônimos e palavras relacionadas para indicar ao algoritmo de pesquisa a relevância do texto. A relevância se torna mais importante que a densidade de palavras-chave.

Volume importa – A quantidade de conteúdo é importante para o usuário. O que é importante para o usuário se torna um fator de classificação na pesquisa. Vários estudos provam que o conteúdo longo é melhor classificado. Em média, para uma classificação alta, os especialistas ligam para o número de palavras de 1200 a 1500. Embora o Google negue que determinado conteúdo afete a posição da página na pesquisa, o Google diz nas instruções aos avaliadores que uma página de qualidade oferece ao usuário uma quantidade suficiente de conteúdo.

Felipe Miranda da Empiricus reporta sobre a influência das empresas de tecnologia

Na segunda semana de setembro, o comportamento dos mercados resultou na rotação das ações do tipo “growth” para “value”, e na queda dos yields abrindo caminho para uma possível abertura na atual curva de juros. Segundo Felipe Miranda, da Empiricus, só o tempo é capaz de dizer se essa movimentação irá durar, pois as análises atuais utilizam como base somente as informações disponíveis até o momento.

Mas depois de haver essa pequena trégua no movimento de valorização dos yields no exterior, é necessário ampliar as perspectivas atuais para conseguir analisar a situação do mercado como um todo, incluindo os cenários e as possibilidades menos óbvias, destaca o CEO da Empiricus, Felipe Miranda.

Com isso, no início do mês de setembro, o foco se voltou para as reuniões sobre as políticas monetárias que estavam para acontecer no exterior. Em primeiro lugar, destaque para o BCE, onde uma queda de juros não estava descartada mas também permanecia como algo incerto. Somavam-se ao BCE as futuras reuniões do Fed (Sistema de Reserva Federal dos Estados Unidos), do Bank of England, e do Bank of Japan, por exemplo.

Assim, cresceram os questionamentos sobre o que acontecerá com as taxas de juro ao redor do globo. Muitos analistas apostam que uma nova flexibilização monetária seria capaz de impedir o início de uma recessão mundial no próximo ano, ou até mesmo contribuir para a retomada do crescimento global, reporta o CEO da Empiricus.

De acordo com o pensador Nassim Taleb, contudo, a capacidade de influência que a política monetária tem para afetar o crescimento econômico global é praticamente nula. Para Taleb, o que realmente reflete no crescimento mundial é o avanço das empresas da área de tecnologia e os resultados obtidos pela China.

Os dois fatores possuem inclusive um ponto de ligação, noticia Felipe Miranda, da Empiricus, pois há muito tempo a China deixou de ser um país cuja indústria é especializada somente em maquinário pesado, e se transformou em um importante polo tecnológico, possibilitando o surgimento de grandes empresas do segmento como a Tencent, o WeChat e o Alibaba.

Mesmo que os juros estejam cada vez mais baixos, esse grupo de empresas da área tech não vai acumular dívidas, pois isso não faz parte da natureza desse tipo de negócio. Quando o assunto é tecnologia, o mercado simplesmente deixa de seguir uma lógica linear, pautada no modelo de distribuição gaussiana e no compartilhamento equilibrado de market share. Em contrapartida, o que é observado é uma distribuições do estilo Pareto, em que “o vencedor fica com tudo”, com movimentos súbitos, que levam a trajetórias colossais. Cientes desse modelo de retorno diferenciado, os stakeholders não vão se interessar por dívidas, eles vão querer o equity, pois só isso justificaria sua matriz de payoff, informa o CEO da Empiricus. Ao mesmo tempo em que estão dispostos a correr os altos riscos dessas companhias, isso só acontece devido as chances consideráveis de haver uma multiplicação do capital inicialmente investido, o que só acontece caso se esteja no equity.

Tipos de personalidade na Internet e design para eles

Existem muitos tipos de comportamento e processos de tomada de decisão. Embora cada pessoa seja individual e tenha seu próprio estilo, alguns padrões repetidos de comportamento podem ser distinguidos e definidos como “tipos de personalidade da Internet” específicos nos negócios online.

Quais são os tipos de personalidade na Internet? O Sonhador – No começo, é uma decepção: “Há tantas coisas que eu quero, mas não consigo”. Esse padrão é frequentemente observado em mulheres, principalmente em sites de comércio eletrônico. Em seguida, o visitante dedica muito tempo e esforço para selecionar cuidadosamente os itens que deseja e colocá-los na cesta. Mas, como resultado, ele nunca os compra.

Como você pode influenciar uma decisão de compra? Uma maneira de incentivar o desejo do sonhador de concluir a compra é descontar um ou dois dos itens da cesta entre as visitas e, em seguida, dar as boas-vindas ao seu retorno ao site com um pop-up com o anúncio: “Este é seu dia de sorte! Desconto no produto escolhido!” um desconto pessoal inesperado ajuda no pensamento positivo. Queremos que seja verdade, por isso acreditamos que seja verdade. Dá ao cliente a sensação: “O Universo me dá um sinal de que devo comprar este produto”.

Visitante orientado para a marca – Este é um visitante que se preocupa apenas em estar no assunto das últimas notícias de que todo mundo está falando. Sua decisão de compra baseia-se apenas no fato de o produto ter uma reputação de melhor marca, e seu foco é exclusivamente nas características emocionais do produto, como cores, acessórios e fotos atraentes e não na economia financeira. Sua interação online é baseada em um jogo com um produto: alternando cores, explorando vários acessórios que podem ser adicionados a ele.

Como você pode influenciar uma decisão de compra? As páginas de produtos de sucesso são aquelas que interagem com o sistema emocional do cliente e o mantêm animado. Para influenciar a compra por impulso, as informações do produto devem estar ocultas nas guias (e, portanto, estão disponíveis apenas “sob demanda”).

Além disso, o site deve usar uma tendência emocional para responder a sinais sutis, usando imagens coloridas e atraentes como estímulos para desencadear a excitação emocional. Isso permite que o visitante orientado à marca compre seu produto simplesmente por causa de como ele se sente. Ao ler muita informação, ele pode mudar de ideia.

Publicidade contextual para comércio eletrônico em uma crise

A importância da análise da web, os recursos da publicidade contextual para o comércio eletrônico e como isso ajudará a maximizar a receita com um orçamento limitado durante uma crise de economia. Com o advento da crise, tudo piorou acentuadamente, o poder de compra da população diminuiu e a concorrência se tornou ainda mais difícil. O que fazer?

Reduza os custos nos negócios online e aguarde – talvez em breve tudo volte a ficar bem. Aumente agressivamente os orçamentos e a presença – adequado para empresas fortes que conquistam novos mercados. E o terceiro caminho, o melhor, em nossa opinião, é o caminho da eficiência. Vamos conversar sobre isso.

A importância do Analytics inicial – A importância do ajuste inicial é preparar uma plataforma para a coleta e análise completas dos dados e notícias corretas, para posterior utilização na construção de hipóteses, análise de vários canais e ferramentas. Você precisa acompanhar tudo: transações, micro-conversões intermediárias, vários aplicativos, formulários de pedidos, formulários de registro, clicando em botões, clicando em links. Mais tarde, quando você precisar de informações sobre qualquer evento ou ação do usuário, elas já serão coletadas e você poderá confiar imediatamente nesses dados.

Desafio: Para preparar uma plataforma para coletar e analisar dados corretos, para que no futuro possam ser usados ​​para construir hipóteses, analise vários canais e ferramentas. Acompanhe todas as ações do usuário no site.

Instale o Gerenciador de tags do Google – O Gerenciador de tags do Google é uma ferramenta gratuita que permite adicionar tags e scripts às páginas do site sem a participação de desenvolvedores. Graças ao trabalho com o gerenciador de tags, você pode economizar tempo e recursos, além de aumentar a eficiência do trabalho (especialmente com o desenvolvimento iterativo). A vantagem é que o profissional de marketing pode escolher quais tags, em quais páginas e por quais regras serão acionadas. Por exemplo, um código de remarketing só pode ser exibido na página do carrinho. Portanto, as listas de remarketing serão coletadas apenas para usuários que visitaram a cesta. Definindo tags analíticas – Após a instalação do gerenciador de tags, os profissionais de marketing que trabalham com um projeto não precisam mais entrar em contato com os programadores. Além disso, o uso do Gerenciador de tags facilita o trabalho com o Google Analytics.

O que é uma pré-encomenda?

O princípio é simples. Primeiro, você precisa saber que um novo produto aparecerá em sua loja em algumas semanas. Se você trabalha constantemente com um editor ou atacadista, obtém 99% de informações sobre as próximas estreias. Os comerciantes que trabalham para o seu fornecedor dobrarão e triplicarão para que, no dia do lançamento, você armazene adequadamente sua loja virtual. É por isso que eles geralmente fornecem “folhas de venda”, ou seja, descrições de uma página de novos produtos. Você encontrará uma foto, os parâmetros técnicos mais importantes para seus negócios e o preço sugerido. Com o profissional, você também aprenderá com qual margem você pode comprar o próximo produto. Com esse conhecimento – você pode facilmente começar a coletar pedidos.

Pré-vendas – Tudo o que você precisa fazer é criar um novo cartão de produto em sua loja virtual. O produto X, do qual estamos falando, deve ser descrito de fato, tem informações sobre sua estréia e seu preço de varejo. É importante observar que essa é uma pré-encomenda e os produtos serão enviados na data oficial de lançamento do fabricante. Também é importante atualizar a descrição do produto continuamente (por exemplo, data de lançamento). Muitas lojas também garantem um preço fixo. Isso significa que, mesmo que o distribuidor aumente o preço durante a pré-encomenda, as pessoas que encomendaram o produto até agora o comprarão pelo preço que estava no produto no dia da pré-encomenda. Obviamente, isso é um aceno para o cliente, porque a loja cai na sua própria margem em favor de um comprador satisfeito.

De onde obter todos esses dados? Dos distribuidores. Se você trabalha diretamente com eles, certamente receberá as informações necessárias. No entanto, se você trabalha com um atacadista e não tem acesso ao plano de publicação – você mesmo pode encontrar uma grande quantidade de dados no site do fornecedor oficial. Para livros, filmes, música, eletrônicos, você pode usar os chamados calendários principais, com base nos quais poderá criar sua lista de produtos disponíveis na pré-encomenda. Você também deve seguir páginas estrangeiras relacionadas ao seu setor. Frequentemente, portais e blogs recebem informações sobre as próximas notícias antes da filial oficial.

Meio de comunicação mais satisfatório no comércio eletrônico

Os proprietários de negócios eletrônicos têm um desafio real. Se eles querem permanecer no mercado e criar empresas lucrativas, devem não apenas manter um padrão muito alto de mercadorias, mas também um nível extremamente alto de vendas. O consumidor moderno é muito egoísta. Tem dinheiro, tem uma escolha, tem várias rotas de compras. Ele pode escolher compras comuns, ele pode acessar a Internet. Ele conhece seus direitos ao consumidor, não pode ser enganado e todos os truques de marketing, conhecidos e praticados há anos – estão gradualmente ignorando.

Ele é um comprador inteligente, ele pode usar informações, sites de comparação de preços. E há outro recurso que caracteriza o comprador desses tempos – ainda não há tempo. Não quero esperar e se ele é “forçado a” fazê-lo – ele imediatamente vai à competição. É verdade que ele usa todas as formas de entrar em contato com a loja virtual, e existem muitas, mas, se ele tiver que esperar mais de um minuto, ele já estará começando a ficar desanimado e irritado. Para atender às expectativas, os proprietários de negócios eletrônicos estão cada vez mais decidindo para implementar outro canal de contato. O bate-papo.

Comunicação em tempo real vende – Não é mais apenas um domínio de contatos pessoais, familiares e amigáveis, pois cada vez mais se relaciona à comunicação comercial. Aqui, o elemento mais importante é o tempo que o cliente eletrônico moderno não quer perder. Se ele tiver um problema ou pergunta – ele deseja verificar isso com rapidez e eficiência. Ele tem várias maneiras: pode usar o telefone, enviar e-mail, escrever um comentário na rede social ou enviar uma consulta pelo site. Mas cada um desses elementos exige que ele espere. Obter uma maneira rápida e eficiente se torna essencial ao tomar decisões de compra. E aqui acontece que as cabanas funcionam melhor, até superando as ligações telefônicas. Por quê? Se telefonarmos para uma pequena empresa, onde temos certeza de que o telefone será atendido por uma pessoa específica, no caso de grandes empresas, temos que lidar com procedimentos típicos de um call center. À espera de um consultor, um labirinto de outras opções: escritório de serviços, reclamações, falhas – tudo isso afeta fortemente o tempo e as emoções que nos governam, gostemos ou não. Ao optar por conversar, você e seu cliente obtêm uma enorme variedade de benefícios.

Como organizar um evento promocional

Por mais que não desejássemos, o comércio eletrônico acompanha as ações offline. O exemplo mais simples são os folhetos publicitários que as lojas online colocam em caixas com pacotes. Infelizmente, às vezes não basta animar os compradores. Como o consumidor moderno se tornou mais exigente e se transformou em um prosumer, é cada vez mais difícil oferecer a ele um serviço de alta qualidade e atender às expectativas. O profissional quer participar ativamente não apenas no processo de consumo, mas também durante a criação da marca. É por isso que essas pessoas geralmente se tornam embaixadoras, promovem o produto online ou entre seus amigos. Esta é a melhor recomendação para o nosso negócio. Infelizmente, muitas marcas ainda esquecem essas pessoas.

Para romper com as campanhas promocionais desgastadas, foi criado o conceito de Marketing de Eventos. Não foi definido de maneira inequívoca; portanto, encontraremos vários termos que descrevem esse tipo de “anúncio”. Geralmente, é entendida como uma ferramenta promocional, que consiste na organização de vários tipos de eventos de massa e eventos, utilizados para atingir os objetivos da empresa em relação ao ambiente externo e interno: clientes, tomadores de decisão, contratados, círculos e funcionários formadores de opinião. O marketing de eventos tem mais uma característica única: é bidirecional, ou seja, permite que você aprenda as atitudes e opiniões das entidades que deve afetar.

Que evento você deve escolher? Dependendo do tema e efeito que queremos alcançar, os eventos podem ter uma natureza muito diversa. Alguns focarão no cliente final, outros em parceiros de negócios e outros terão como alvo o público em geral. Os proprietários de negócios eletrônicos estarão interessados ​​em eventos especiais, mas isso não os impede de participar de outras atividades como parceiros.

Eventos especiais – ideais para e-business. Basta prepará-los adequadamente e você pode achar que acertou 10. Eles são uma ótima ferramenta de comunicação entre a empresa e o cliente, o que garantirá publicidade e permitirá que o comprador se familiarize com sua oferta. Esses eventos podem ser gravados, promovidos na mídia pública, criando um ambiente apropriado ao seu redor que interessará a um cliente em potencial. Durante esse tipo de evento, você tem possibilidades de publicidade praticamente ilimitadas: da distribuição de folhetos à venda de produtos. Esses tipos de eventos incluem: acontecimentos, concertos, encontros, eventos esportivos e culturais.

Pesquisar a economia torna o mercado mais forte

O estudo aprofundado de qualquer coisa durante a sua vida traz à tona a verdade sobre a complexidade desses processos. No mundo do empreendedorismo a relação entre o mercado e o sucesso de seu negócio é, de certo modo, a parte mais importante antes e depois de montar um estabelecimento. Ao entrar em qualquer ramo do mercado financeiro é necessário saber em que mundo estar adentrando, as regiões, etnias e cultura variam muito de um lugar para o outro, enfim a economia em geral. Por exemplo, você planeja abrir um restaurante de comida japonesa em uma certa cidade do Brasil. A primeira coisa que se deve notar é a relevância que a cultura japonesa tem nessa região, depois pensar se esse comercio vai realmente gerar lucro nessa localidade, após isso uma das opções é pesquisar, de acordo com a população, o gosto culinário e os locais que as pessoas gostam mais de passar o tempo (para ‘’ambientalizar’’ o seu restaurante).

Muitos são os negócios que vão a falência por não tratar dos assuntos referentes a pesquisas de mercado, é claro, esse ramo da administração é enorme e bastante complexo e geralmente deixa dúvidas em muitos empresários pois, ainda utilizando o exemplo do restaurante, o que diria se ele vai ou não dá certo? Se a população daquela região gostasse da cultura e já conhecesse a culinária japonesa isso significaria o sucesso do empreendedor ou ele teria mais chances de crescer nessa área caso os habitantes não conhecessem esse tipo de comida, sendo assim uma novidade para eles? Essas são algumas variantes que comprometem o sucesso do empreendedor, por isso, uma boa ideia antes de montar seu estabelecimento é ter uma boa equipe de pesquisas de mercado. A verdade é que todas as áreas da administração podem comprometer o sucesso da sua empresa, mas áreas como a de pesquisas acabam ressaltando a importância que é usar do raciocínio para se engrandecer profissionalmente em qualquer ramo do mercado.

Como você cuida da sua reputação online?

A Internet é um espaço caracterizado por alta atividade dos usuários e um enorme fluxo de informações. Além do desnecessário, muitas vezes engraçado e às vezes estúpido, existem aqueles únicos, importantes e sérios. A Internet pode ser uma ferramenta educacional e, com sua ajuda, você pode mobilizar multidões e também conscientizar a marca. Graças à rede, as pessoas aprendem muitas informações necessárias para a vida cotidiana. As pessoas compartilham suas experiências, receitas, fotos e opiniões sobre as empresas. Por esse motivo, é importante criar uma imagem positiva da empresa entre os clientes atuais e potenciais. Você também deve se lembrar de proteger as opiniões da empresa em situações em que o bom nome da empresa esteja ameaçado.

Antes de tudo, é necessário considerar uma coisa ao seguir as informações sobre os negócios na web. As informações sobre nós despertarão não apenas nossos clientes, mas também pessoas substituídas por concorrentes. O monitoramento sistemático e completo da mídia e o gerenciamento da reputação minimizam as situações nas quais uma pessoa não autorizada fala sobre uma empresa.

Nunca ignore a internet – Os motores de busca têm grande força. Mesmo que uma empresa não funcione no espaço da Internet, geralmente haverá algumas menções de sua atividade na rede. A maneira mais fácil de “verificar a si mesmo” é simplesmente digitar o nome da empresa e o nome do proprietário em um mecanismo de busca na Internet. O precedente descrito por William Gibson em “Pattern Recognition” é conhecido há muitos anos. Quem realmente inventou isso? É difícil dizer agora. Dizem que essa moda apareceu quando a cultura modificada pelo mercado conheceu os benefícios da Internet. Esse experimento simples permitirá que você verifique o que está sendo dito sobre sua empresa.

Não importa o que eles digam, é importante que digam – Nos resultados da pesquisa nas primeiras páginas fora da empresa, também costumam aparecer serviços de avaliação. Todos os tipos de portais menores ou maiores que coletam opiniões sobre uma marca ou serviço. Acontece que as próprias lojas acessam esse tipo de portais para mostrar seu profissionalismo e criar confiança entre os clientes. Os portais de opinião ajudam os clientes indecisos a escolher um destino de compras que eles acreditam que satisfará todos os caprichos e, ao mesmo tempo, estejam seguros.