Que refeições ficam melhores no dia seguinte e quais as que perdem sabor quando requentadas

Alguns pratos depois de colocados na geladeira e consumidos no dia seguinte, mudam o seu sabor em relação ao que ele apresentava quando foi servido. Geralmente esses sabores ficam melhores no dia seguinte no caso de sopas, guisados e molhos.

Essa sensação do sabor estar melhor, não está ligado ao fato de você ter esquecido o sabor do dia anterior, ou que como não fez a comida no dia seguinte, você pode sentar e aproveitar melhor a refeição.

A resposta está na própria refeição, com os ingredientes de que ela possui e com as reações químicas apresentadas enquanto são cozidas, refrigeradas ou durante o seu novo aquecimento.

Mas nem toda refeição que é guardada na geladeira, significa que vai ficar com um gosto melhor no dia seguinte. Uma salada por exemplo, depois de algum tempo de pronta fica murcha e pouco atraente.

Outro exemplo, são os alimentos fritos que deixam de ser crocantes depois de prontos há algum tempo. Outro caso são os pratos de massas, que não ficam tão saborosos depois que vão para a geladeira, as massas ficam ressecadas e grudadas.

Outros pratos que perdem o sabor depois de dias que foram feitos, são os de peixe, mariscos, peito de frango e sushi. Em compensação um  frango ao curry  ou com molho à bolonhesa, ficam deliciosos depois de requentados.

Mas os pratos que ficam com o gosto melhor no dia seguinte, possuem algumas semelhanças entre eles. São os alimentos feitos com molhos e carnes, que reúnem vários componentes com essências aromáticas exclusivas, como no caso das ervas, do alho, da cebola e do pimentão. Enquanto estão sendo cozidos, os ingredientes sofrem ações químicas no interior de um meio complexo.

Os elementos aromáticos são os que reagem mais nesse ambiente, gerando misturas de sabores e aromas que acabam atuando juntamente com o amido, que são encontrados em batatas e legumes, e com as proteínas das carnes.

Quando a refeição esfria e depois é colocada na geladeira, sendo que no dia seguinte ela é esquentada novamente, essas reações voltam a acontecer e acabam fazendo com que ela fique com um gosto melhor.

Assim que a refeição fica pronta, elementos como o alho e a cebola podem ter um gosto muito forte, mas no dia seguinte os sabores já se misturaram e amenizaram, resultando em um gosto mais harmonioso.